Cidade está em sexto lugar no ranking de segurança

Wagão

A Prefeitura de Jahu, juntamente com a Polícia Militar do Estado de São Paulo, oficializou na manhã dessa terça-feira (11), na sede do 27º BPM/I Jahu, situado à Rua Vinte e Quatro de Maio, 943, Vila Nova, a implantação da Atividade Delegada em Jaú com o objetivo de reforçar a segurança no Município.

A atividade delegada é um convênio firmado entre os municípios interessados e a Secretaria Estadual de Segurança de São Paulo, onde permite que os policiais militares exerçam uma atividade de fiscalização no Município nos diversos lugares públicos da cidade enquanto não estiverem em horário de serviço, ampliando, assim, a segurança, e diminuindo ainda mais os níveis de violência.

Em Jaú o convênio tem vigência de cinco anos. Os policiais poderão atuar até oito horas por dia, não podendo ultrapassar o teto de 80 horas mensais individuais.

Por meio do Decreto 7.489, de 26 de fevereiro de 2019, a Prefeitura regulamentou a Lei Municipal nº 4.965, de 13 de abril de 2015, que criou a Gratificação por Desempenho de Atividade Delegada. A gratificação será paga mensalmente pela Prefeitura aos integrantes da Polícia Militar que exercerem essas atividades delegadas por força de convênio celebrado com o Estado de São Paulo por intermédio da Secretaria de Segurança Pública.

Município está entre os mais seguros do país, diz Atlas da Violência

Com 144.828 habitantes, Jaú aparece em 6º lugar no ranking dos municípios mais seguros do país, com taxa de morte violenta de 6,9. Já Botucatu, que possui 141.032 habitantes, apresenta taxa de 7,1. Os três municípios mais pacíficos são Brusque (SC), Atibaia (SP) e Jaraguá do Sul (SC), respectivamente, com taxas de morte 4,8; 5,1 e 5,4.

Curta e Compartilhe: