O corpo de Bruna Vines foi encontrado em uma estrada e apresentava sinais de violência sexual

Exames de DNA, comprovaram que o homem de 33 anos preso pelos policiais civis da DIG de Jaú, em dezembro de 2018  é o autor do homicídio que vitimou Buna Vines Ribeiro.O corpo de Bruna foi encontrado em uma estrada próxima ao bairro padre Augusto Sani em Jaú e segundo a polícia apresentava sinais de estrangulamento e de e violência sexual.

O homem de 33 anos, acusado de ter cometido o crime foi preso no dia 12 de dezembro,foi preso na residência onde morava com a família. No local foram localizadas ainda o veículo que teria sido utilizado pelo acusado no dia crime.

De acordo com o delegado da DIG  Marcelo Tomaz Goes, exames laboratoriais realizados pelo Núcleo de Biologia e Bioquímica da Polícia Científica de São Paulo, comprovaram a presença de material genético, pele do acusado, sob as unhas da vítima.

Os peritos identificaram ainda manchas de sangue em um cobertor e uma toalha além de fragmentos de impressões digitais  dentro do veículo. O material que segundo a polícia, possivelmente pertencem a vítima ainda estão sendo analisados. O inquérito policial deve ser concluído ainda em fevereiro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *