Alunos fizeram ameças através das Redes Sociais, adolescentes foram identificados pela Polícia

Wagão

A Polícia Civil de Bariri investiga a divulgação de áudios através de um aplicativo nas redes sociais que faziam menção a um suposto ataque a Escola Estadual Profª Idalina Vianna Ferro. O ataque seria semelhante ao do ocorrido na Escola Raul Brasil em  Suzano (SP).

De acordo com informações divulgadas pelo Jornal Noticiantes, as ameaças teriam sido feitas por dois alunos que foram localizados pela Polícia.

Ainda de acordo com a Polícia Civil os alunos haviam faltado a aula por motivos de saúde. O caso é acompanhado pela Polícia.

Este é o terceiro caso de ameaça de atentados registrado pela Polícia a escolas em São Paulo. Desde a última segunda-feira (18) outros dois casos já haviam sido notificados nas cidades de Ribeirão Preto e Lins.

A Secretaria de Estado da Educação informou ao Bocaina Informa na manhã desta quarta-feira (20)  que faz um levantamento e um estudo de medidas para reforçar a segurança em estabelecimentos de ensino do estado.

A assessoria de imprensa da Secretaria disse por telefone que já conta com reforço no policiamento em torno das unidades e que irá implementar um conjunto de ações nesse sentido. A prioridade segundo a Secretaria é para escolas onde há uma maior incidência de conflitos entre alunos e professores.

Curta e Compartilhe: