Em publicação feita nesta terça-feira (16) prefeitura informou que não haverá atraso na entrega da obra

Wagão

Subiu para cinco o número de obras atrasadas em Bocaina. A cidade já possui outras três obras com a conclusão atrasadas. A obra deveria ter sido concluída em junho e deve custar R$306 mil reais. As obras estão sendo realizadas com recursos do Ministério do Turismo e Caixa Econômica Federal. Outras três obras estão com entregas atrasadas no município segundo o Tribunal de Contas do Estado.

Através das redes sociais a prefeitura informou na tarde desta terça-feira (16) que obras não terão interrupções e serão entregues no prazo estipulado em contrato.

“Estamos dando continuidade no andamento das obras da Praça de Santa Luzia e de acordo com o responsável pela construtora, as obras não terão interrupções e serão entregues no prazo estipulado em contrato. Esse é o nosso compromisso com a nossa população” publicou.

A Caixa Econômica Federal informou que o contrato  com a Prefeitura de Bocaina (SP) para reforma da praça Santa Luzia está ativo. O valor do repasse para o empreendimento é de R$ 292.500, com contrapartida do município de R$ 7.819,49, totalizando investimento de R$ 300.319,49.

De acordo com a Caixa, até o momento, já houve desbloqueio de 20,21% do montante, no total de R$ 60.702,79, com evolução informada da obra de 28.17%. A informação sobre a medição diverge da informada pela prefeitura nas redes sociais 25%.

A Caixa informou que aguarda nova medição por parte da fiscalização da Prefeitura, para ateste da evolução da construção e novos desbloqueios.

Ainda de acordo com a Caixa os desembolsos dos valores ocorrem na proporção em que há a comprovação de evolução da obra pela Prefeitura por meio da apresentação dos boletins de medição.

O Ministério do Turismo informou que em relação ao contrato, já foram repassados R$ 58.500,00 até o presente momento para a reforma da praça.

Outra obra que está sendo realizada é a reforma do calçamento no entorno da praça. O valor da obra é estimado em R$93 mil reais.

O Departamento de Engenharia da Prefeitura de Bocaina informou que a empresa contratada para realizar as duas obras retomou os serviços na tarde desta segunda-feira (15), a obra deve ser concluída dentro de 60 dias e que a reforma dos banheiros públicos não constam no projeto mas que deverá ocorrer.

As duas obras deve constar no novo levantamento feito pelo Tribunal de Contas do Estado. Atualização dos dados está prevista para acontecer em julho e o mapa com a relação de obras atrasadas ou paralisadas no estado ficará disponível no site do órgão.

O levantamento realizado pela Corte de Contas Paulista, segundo dados atualizados em abril de 2019, junto às Prefeituras e órgãos estaduais, apontou a existência de 1.677 empreendimentos em diversas cidades e na Capital paulista – um custo estimado de R$ 49.644.569.322,13 aos cofres públicos.

Conclusão da obra deve acontecer em pelo menos 60 dias, diz prefeitura-Foto Antônio Carlos

 

*Matéria atualizada as 17h28 desta quarta-feira 17 para acréscimo de informações da prefeitura de Bocaina

 

Curta e Compartilhe: