Decisão determina que grevistas tenham dias de paralisação descontados em folha e no vale alimentação

Uma audiência realizada na tarde desta quinta-feira (09), no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, decidiu que os funcionários da prefeitura de Bocaina que aderiram a paralisação tenham os dias descontados. As informações foram divulgadas pela Prefeitura através de sua página no Facebook.

A greve que começou na última segunda-feira (06) foi encerrada pelos servidores na tarde desta quarta-feira (08) depois que uma assembléia entre sindicato em que os servidores decidiram por retomar as atividades.

Os servidores públicos de Bocaina paralisaram as atividades na manhã desta segunda-feira (06) depois que o Executivo municipal não aceitou a proposta de reajuste salarial dos quase 500 servidores.

Pelo acordo assinado, a prefeitura deverá a partir de setembro depositar o valor do tíquete alimentação de R$ 400 na conta corrente dos servidores municipais e com relação aos funcionários que aderiram à greve, a prefeitura vai descontar dos vencimentos o equivalente a um dia de paralisação por mês dos três dias, além de mais R$ 40 do valor do tíquete alimentação  apenas no primeiro mês.

Curta e Compartilhe:
Categories: Cidade