Áudio traz ameaças e afirma que haverá fiscalização na festa

A divulgação de um áudio contendo ameaças de agressões contra pessoas que desobedecerem a proibição de coolers e isopores na festa de São João Batista 2019 assustou os moradores de Bocaina. No áudio o homem diz que fala em nome do prefeito Pipoca além do padre da cidade.

Ouça o áudio:

A suposta fiscalização mencionada  pelo suposto segurança da festa seria para proibir a circulação de isopores e coolers contendo bebidas no recinto nos dias de festa.

Através de um vídeo divulgado na noite da última terça-feira (18) o padre Daniel Tezore, responsável pela paróquia de Bocaina, garantiu a segurança dos participantes da festa. O vídeo de pouco mais de cinco minutos conta com a  participação do bispo auxiliar da diocese de São Carlos, dom Eduardo Malaspina,  reforçou o convite para que que as pessoas prestigiem o evento mas não há nenhuma menção a proibição trazida nos cartazes de divulgação do evento.

Sobre o assunto a prefeitura de Bocaina informou que desconhece o áudio e que não pactua com nenhuma ação que cause violência ou algo semelhante e repudia qualquer tipo de inspiração, incitação ou até mesmo ameaças de violência.

A prefeitura informou ainda que durante o evento contará com reforço da Polícia Militar e a presença da Polícia Civil com contingente que será capaz de salvaguardar a segurança de todos.

Em nota o advogado Antônio Aparecido Belarmino Júnior informou que em momento algum o prefeito municipal autorizou a alguém a utilizar o seu nome e ainda que o referido áudio não retrata a realidade e muito menos a sua conduta como administrador.

Trata-se de um áudio mendaz, apócrifo e com um único intuito, o de trazer insegurança aos moradores, e considerou a divulgação um ato delitivo e criminoso.

Curta e Compartilhe: